O Agrião foi visto a deambular numa rua do Porto, andava encostado à parede e cambaleava, era assim que estava este animal quando foi encontrado.

Quando o voluntário se aproximou dele, simplesmente sai um estridente miar de aflição. Sem hesitar pegou no Agrião ao colo e colocou-o dentro do carro. Simplesmente ficou deitado no banco, levantou a cabeça em jeito de agradecimento e voltou a deitar-se. Foi de imediato levado a uma clínica veterinária onde se verificou que o caso era grave, pesava apenas 2.700 kg, apresentava um abcesso crónico na região toraco-lombar, caquéxia, mucosas anémicas e desidratação severa (>5%), dor (não permitia facilmente a manipulação, nem aguentava mais do que 3 segundos a posição de estação, embora o exame neurológico estivesse normal), ataxia/dismetria dos membros posteriores com atrofia muscular muito marcada (o mais provável associada a um período prolongado de imobilidade na sequência do ferimento), o que se confirmou com a evolução estar relacionado apenas com o abcesso.

Foi colocado a soro, e realizada administração de desparasitante e antibióticos sistémicos, e quando estabilizou foi realizada castração e limpeza cirúrgica do abcesso. Foi também realizado rx que confirmou ausência de lesões grosseiras ao nível da coluna que justificassem a ataxia). O teste FIV e Felv, revelou-se positivo apenas a Felv. O internamento do Agrião manteve-se durante 15 dias, no entanto a clínica só nos debitou 5.

Findo este período as mucosas já se apresentavam rosadas (aparentemente a resolver a situação de anemia) e já apresenta mobilidade quase normal e a curiosidade normal de um gato de temperamento dócil. Nunca saberemos o que terá acontecido a este jovem gato ( não terá mais de 1 ano e meio), apenas que ficou muito tempo imóvel para ter ficado neste estado de desidratação, magreza e anemia.

A Causas de Caudas não tem abrigo e todos os animais que por nós são recolhidos ficam em casa dos seus voluntários, pelo que não nos foi possível acolher o Agrião por este ter FELV. Mais uma vez socorremo-nos das excelentes parcerias que temos com outros grupos e associações que tendo estas valências e estando preparadas para este tipo de acolhimento, nos ajudaram prontamente. Não temos palavras para agradecer Cantinho Do Tareco que recebeu o nosso Agrião na sala que tem para os animais com esta patologia. Já no Cantinho do Tareco o Agrião está a revelar-se um gato muito simpático com grande aptidão para brincadeiras, principalmente com o amigo Pintarolas.

Está na altura de pagar a factura do Agrião ( €220,36) caso nos possa ajudar, seja com que valor, ficaríamos muito agradecidos.

Ultimamente os casos têm sido muitos mas não conseguimos deixar nunca de ajudar. Isto só nos é possível porque temos a SUA ajuda. Apadrinhe o Agrião faça um donativo para o IBAN da Associação Causas de Caudas PT50 0007 0000 0031 9801 7262 3 Obrigado!​

Atualização

O Agrião foi adoptado em fevereiro de 2019.

Agrião