Nos/as voluntários/as da causa animal há sempre um sentimento latente de que algo pode acontecer a qualquer momento, inclusivamente diríamos que há um sentido persistente de hipervigilância sobre aquilo que os/as rodeia. Além dos/as voluntários/as há um conjunto de pessoas de bem, atentas aos animais que circundam as suas casas e jardins. Estas pessoas são fundamentais para detetar problemas em animais que vivem em colónias de rua.

Ontem foi-nos apresentado um apelo ultra prioritário de um gato jovem que fazia parte de uma colónia da zona da Corujeira. Aparentemente é uma colónia não esterilizada em que os animais se reproduzem descontroladamente e que não tem propriamente proteção, tendo aliás existido várias mortes por atropelamento, uma vez que se encontram à face da estrada e situações frequentes de animais feridos em muito mau estado.

Exemplo do que está a acontecer nesta colónia, e relativamente ao pedido de ajuda, é o do gato jovem que foi encontrado com fratura exposta numa pata traseira, da qual não se conhece a causa.

Chamamos-lhe Capitão por considerarmos que merece uma patente pela coragem e resistência demonstradas. Por ser corajoso está a portar-se muito bem desde que entrou na clínica veterinária e por isso compete-nos fazer a nossa parte e ajudá-lo.

O Capitão, a seu tempo, irá recuperar e posteriormente ficará disponível para adoção. Contudo, neste momento estamos concentrados em conseguir angariar o valor necessário para garantir a cirurgia ortopédica de que precisa. O orçamento ronda o valor avultado de 500€ do qual não dispomos, por isso, caso possa ajudar-nos, seja com que valor, ficaríamos muito agradecidos.

Apadrinhe o Capitão faça um donativo para o IBAN da Associação Causas de Caudas PT50 0007 0000 0031 9801 7262 3 Obrigado!

Capitão – padrinhos de tratamento