Agosto de 2017:

Dois metros quadrados de terra batida, escuridão permanente e a presença de seres humanos 5 minutos por dia para deixar alguns restos foi a minha vida durante mais de um ano. Não tinha água fresca e a minha caixa da areia não era limpa. Do outro lado de uma chapa de zinco um cãozinho vivia nas mesmas condições, que entretanto já foi adotado.... Fomos ambos resultado de uma vontade irresponsável de um jovem sem supervisão parental.
Acredita: não minto, vê pelas fotos então.

Se não tivesse sido resgatado a minha única expectativa futura era saber quando iria ficar doente. Felizmente a minha situação não passou despercebida e uma pessoa manifestou a vontade de me dar a vida que eu acho que mereço.
Fui ao veterinário, comecei a alimentar-me adequadamente e tenho os cuidados básicos que eu ou qualquer animal deve ter.

Neste momento estou com pessoas que, infelizmente, não podem manter-me por muito mais tempo. O espaço é pequeno e está já ocupado por outros animais que não podem sair daqui.
Não me deixes desamparado e ajuda-me. Ajuda-me a ter um lar, ajuda-me a não voltar para o abandono, ajuda-me a não voltar para aquele lugar.
Não te peço muito: um cantinho, uma caixa de areia, comida, uma taça de água fresca e brinquedos. Também quero festinhas...muitas! Em troca farei algumas traquinices, mas vou encher-te de amor.

Eu não me esqueço de quem me faz bem. Não se esqueçam de mim. Olá, eu sou o Emeritus....

Quem quer descobrir o significado do meu nome?

O Emeritus enc​ontra-se para adoção responsável. Se estiver interessado/a contacte: carlinhafavaios@gmail.com .

Está já esterilizado e será entregue também vacinado.

Outubro 2017:

O Emeritus foi adoptado!

Emeritus adoptado

Emeritus