A história do Emílio podia ter sido evitada se a sua progenitora tivesse sido esterilizada há quase um ano atrás.

Em 2017, a CdC iniciou CED numa colónia em Ramalde - Colónia D. Adriana, mas que por oposição de alguns elementos residentes da ilha não conseguiu terminar. Esta situação deu origem a que continuassem a nascer ninhadas naquele local e um ano volvido uma voluntária da CdC foi novamente contactada pela mesma residente, que inicialmente tinha pedido ajuda, que deu conta de um gato com cerca de 2 meses que tinha um olho numa lástima.

Chegadas ao local, deparámo-nos com um gato muito pequenino, que iria certamente ficar sem um olho, mas também num estado de medo impressionante. Como isto nem sempre corre bem à primeira foi necessário voltar no dia seguinte para finalmente o capturar. De lá seguiu para a clínica veterinária onde teve os cuidados necessários possíveis para a idade dele. Foi feita a remoção do olho mas a enucleação apenas está agendada para a data da esterilização quando for mais crescido e mais pesado de forma a garantir a segurança da anestesia.

Neste momento o Emílio encontra-se em FAT e embora seja um gato tímido com humanos é muito brincalhão com outros gatos.

Está na altura de angariar o valor para pagar parte dos cuidados já prestados mas também para a operação do Emílio (€127). Caso possa ajudar-nos, seja com que valor, ficaríamos muito agradecidos.

Ultimamente os casos têm sido muitos, e dispendiosos, mas não conseguimos deixar nunca de ajudar. Isto só nos é possível porque temos a SUA ajuda.

Apadrinhe o Emílio faça um donativo para o IBAN da Associação Causas de Caudas PT50 0007 0000 0031 9801 7262 3 Obrigado!

Emílio – padrinhos de tratamento