Os tutores da Kika tem tido contratempos que lhes causam transtornos na gestão económica familiar, sobretudo depois da operação de urgência a uma pata do gatinho Messi, em dezembro de 2019. Contudo, perante a necessidade de esterilizar a Kika, por forma a evitar constrangimentos inerentes ao cio felino, recorreram mais uma vez à Causas de Caudas. Assim, a Kika foi esterilizada em janeiro de 2020. 

Kika